Motorista da VB3 encontra pasta com dinheiro e devolve ao dono

Pouco antes do Natal do ano passado, o motorista Vianei Muniz de Oliveira, da VB3, surpreendeu muita gente ao devolver a seu dono uma pasta cheia de dinheiro, encontrada no meio de uma rua do distrito de Barão Geraldo. O bom exemplo trouxe mais esperança para quem já não acreditava em gente honesta em nosso país.

Vianei trafegava com o ônibus da linha 323 (Vila Holândia) quando avistou algo no meio do asfalto, em uma rua de Barão Geraldo. “Achei que parecia ser uma pasta de documentos e pensei que podiam fazer falta para alguém. Como havia poucos passageiros, parei e guardei a pasta no ônibus”, conta.

Ao terminar o dia de trabalho, Vianei foi tentar identificar o dono dos documentos. Levou um susto ao encontrar várias notas de dinheiro dentro da pasta. Eram notas de reais que totalizavam R$ 1.000,00 e notas diferentes, que só depois ele soube que eram de pesos argentinos, no total de $ 3.600,00. Por sorte, também achou o boleto de pagamento do seguro de um carro, que o ajudou a identificar o proprietário da pasta e do dinheiro, o técnico em eletrônica Gustavo Moreto.

O dinheiro foi entregue para o irmão de Gustavo, já que ele estava na Argentina. O dinheiro era para ser usado naquela viagem, e foi perdido justamente no dia da partida. A devolução aconteceu no dia 23 de dezembro, e foi mesmo um presente de Natal para Gustavo, que chegou a achar que não ia reaver esse dinheiro. “A gente vê tanto caso de desonestidade no dia a dia e um gesto como o dele faz a gente voltar a acreditar que vale a pena fazer o certo”, disse Gustavo, quando retornou à cidade e foi agradecer ao motorista, pessoalmente, no dia 16 de janeiro.

Vianei mora em Campinas desde 2012, quando se mudou de Aparecida de Goiânia (GO) para realizar o sonho de seu filho, de ser jogador de futebol. Ele, a mulher Ivanilda e o filho chegaram a morar no carro por um período, pois não tinham condições de alugar um imóvel. Hoje, ele trabalha na VB3 como motorista de ônibus, onde distribui sorrisos, muitas histórias e boas ações. Gosta de contar que já foi jogador de futebol, e tem até uma foto pra comprovar que já jogou ao lado do Pelé, em 1973.