O Bilhete Único

O Bilhete Único

Bilhete Único foi implantado em Campinas no dia 1º de maio de 2006, proporcionando aos usuários do sistema de transporte público municipal o benefício da integração temporal. Com o bilhete, é possível fazer até três utilizações no período de duas horas, de segunda-feira a sábado, e também duas horas, aos domingos e feriados, pagando apenas uma tarifa.

O cartão proporciona mais agilidade, economia e segurança aos usuários.

Mais agilidade, economia e segurança

O usuário pode utilizar ônibus e microônibus do sistema InterCamp, ficando livre para escolher os seus itinerários. O Bilhete Único possibilita a integração e, com isso, os usuários que usavam quatro ônibus para fazer seus trajetos agora têm a possibilidade de pagar apenas duas tarifas.

Além disso, a utilização do cartão diminui o volume de dinheiro em circulação dentro dos ônibus, reduzindo o risco de assaltos. O usuário ainda tem a vantagem de poder avisar à Transurc se perder ou tiver o cartão roubado e, dessa forma, bloquear o saldo de crédito existente.

Modelos de Bilhete Único

Existem cinco modelos de Bilhete Único: Comum (Vermelho), Vale-Transporte (Verde), Escolar (Azul), Gratuito (Roxo) e Gratuito Idoso (Roxo). O Bilhete Único é pessoal e intransferível. Isso significa que ele não deve ser emprestado para terceiros, por exemplo.

A Transurc e a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) estão fiscalizando o uso do Bilhete Único desde julho de 2006 e, caso seja constatado uso indevido, o cartão será bloqueado e o usuário poderá até mesmo perder o benefício das integrações.

O primeiro cartão é gratuito e não há um valor mínimo para recarga, sendo necessário apenas que a primeira carga seja no valor de uma tarifa. Em caso de extravio, roubo, perda ou danos que impossibilitem a utilização, o usuário paga a segunda via do cartão (de qualquer modelo), no valor correspondente de 2(duas) a 8 (oito) tarifas vigentes. É por isso que o usuário deve ter uma série de cuidados para evitar danos ou a perda do cartão.

Validade dos créditos

De acordo com decreto 15.278, publicado pela Secretaria Municipal de Transportes (Setransp) em 07 de outubro de 2005, a validade dos créditos adquiridos pelos usuários é de um ano após a data da aquisição. Se o usuário não utilizar os créditos no período de um ano, os mesmos perderão a validade e serão cancelados.

Transurc - Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas - 0800 014 02 04

TC_0078_14A Pressione Esc para continuar navegando

rvn_digitalis_2_theme rvn_digitalis_2_theme_tv_1_2 rvn_digitalis_2_theme_fwv_1_1