As concessionárias do transporte coletivo urbano de Campinas registraram 352 assaltos dentro de seus ônibus no ano passado. Este número representa uma queda de 31,5% em relação aos 514 assaltos ocorridos em 2010. “Ficamos contentes em divulgar para a população esta queda, que foi uma das principais responsáveis por garantir o menor número de assaltos a ônibus dos últimos cinco anos”, afirma Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc.

Os dados sobre assaltos, que foram divulgados pelas empresas no dia 17 de janeiro de 2012, mostram uma queda de 162 assaltos entre um ano e outro. “Vale reforçar que a própria população ajudou a derrubar esta estatística. O uso do Bilhete Único diminui o fluxo de dinheiro que circula dentro dos ônibus e desencoraja a ação dos bandidos. É por isso que a gente insiste em que seja criado um valor maior para o pagamento em dinheiro, o que ajudaria ainda mais a derrubar essa estatística”, explica o diretor.

A situação fica ainda mais animadora se levarmos em consideração que, dos 352 assaltos de 2011, apenas 150 ocorreram no segundo semestre. “Esperamos que esta tendência de queda continue em 2012”, comenta Barddal.

Situação crônica

Assim como nos anos anteriores, a região do Ouro Verde e DIC IV foi a que sofreu o maior número de assaltos: 137. Já a região do Campo Grande e Nova Aparecida registrou 103 ocorrências. “Todos os motoristas e cobradores são orientados pelas empresas a não reagirem e a registrarem um Boletim de Ocorrência logo após a ação dos bandidos”, completa Barddal.