As empresas VB Transportes e Turismo, Coletivos Pádova, Expresso Campibus, Onicamp Transporte Coletivo e Itajaí Transportes Coletivos, concessionárias do transporte coletivo urbano de Campinas, conseguiram a antecipação da Audiência de Conciliação para a próxima sexta-feira (18), às 16 horas, na sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região.

“Esta audiência estava, a princípio, marcada para a próxima segunda-feira (21), mas com o intuito de acelerar o processo de acordo e diminuir os prejuízos à população, a Transurc entrou com o pedido de antecipação, que foi aceito pelo desembargador Lourival Ferreira dos Santos”, explica Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc, à qual as empresas concessionárias são associadas.

É importante salientar que o Sindicato dos Rodoviários de Campinas e Região descumpriu hoje a determinação do mesmo desembargador, que despachou ontem uma liminar na qual obrigava o sindicato, a partir da zero hora de hoje, a manter o mínimo de 70% da frota operacional nas ruas durante os horários de pico e de pelo menos 50% nos demais horários.

A frota operacional das concessionárias é de 928 ônibus. Mas hoje pela manhã, a Onicamp tinha conseguido soltar 22 dos seus 76 veículos, a Itajaí pôs 42 dos seus 100 ônibus e a Pádova, dois dos seus 24 carros. “Ao todo, somente 66 ônibus estão rodando, ou seja, cerca de 7% do total”, confirma Barddal.