As garagens da Expresso Campibus e da VB Transportes e Turismo das áreas 1 (Ouro Verde) e 3 (Bonfim) conseguiram liberar mais alguns ônibus no início desta tarde. A Campibus liberou cinco veículos, enquanto a VB3 soltou outros oito carros para circulação. “Já a garagem da VB1 conseguiu a liberação de 30 ônibus ao longo de todo o dia. Só não conseguimos mais por falta de funcionários e também pelos piquetes que o Sindicato dos Rodoviários de Campinas e Região. Muitos deles, por medo de represália por parte dos sindicalistas, não têm aparecido nas garagens”, explica Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc), à qual as empresas são associadas.

Agora, ao todo, 96 ônibus estão circulando, ou seja, 9,66% da frota. “Essa liberação foi muito importante, mas ainda temos um número muito pequeno de carros nas ruas. A decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de manter operante ao menos 70% da frota em horários de pico e no mínimo 50% nos demais horário não foi cumprida pelo sindicato nem ontem, nem hoje”, completa Barddal.