Iniciativa une trabalhadores e concessionárias do transporte e beneficiará centenas de famílias e entidades

A Associação das Empresas de Transporte Urbano de Campinas (Transurc), o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp) e o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Campinas e Região se uniram para criar a campanha solidária Desafio do Bem. Durante dois meses, muitos motoristas, fiscais, inspetores, mecânicos, eletricistas e pessoal do administrativo doaram alimentos para ajudar quem está mais necessitado nesta época de pandemia.

“A ideia nasceu de uma conversa nossa com os donos das concessionárias. Para cada quilo de alimentos que conseguíssemos arrecadar, as empresas do urbano de Campinas doariam um quilo”, afirma Jeremias Nunes dos Santos, secretário geral do Sindicato dos Rodoviários. Nesta semana, as doações foram contabilizadas e o total arrecadado, já com a contribuição da Transurc e do SetCamp, chegou a 5.650 quilos de alimentos.

Os donativos beneficiarão dezenas de profissionais afastados por conta do coronavírus e aposentados do setor do transporte urbano, além de famílias e pessoas necessitadas de Campinas. “Inicialmente, pensávamos em fazer a ação para ajudar os profissionais afastados e aposentados. Mas como a arrecadação superou as expectativas iniciais, estendemos para famílias necessitadas e entidades beneficentes”, afirma Paulo Barddal, diretor da Transurc e do SetCamp.

As entregas das cestas básicas serão feitas hoje e amanhã. Os alimentos arrecadados foram arroz, feijão, macarrão, óleo, café, sal, açúcar, fubá e farinha de mandioca. Cada cesta, em média, tem 25 quilos de alimentos.

Solidariedade

O Desafio do Bem atenderá também as entidades Cidade dos Meninos, a Casa da Sopa, o Instituto Padre Haroldo, o Instituição Assistencial Dias da Cruz, a Associação Beneficente Acácia de Sousas (Abas) e a Associação dos Moradores do Núcleo Residencial Vila Vitória. Os organizadores da ação entenderam que o momento é muito delicado para as entidades beneficentes da cidade que, com o agravamento da crise, passam por dificuldades na arrecadação de recursos.

Serão destinados 600 quilos de alimentos para a Casa da Sopa, 450 quilos para a Cidade dos Meninos, 450 quilos para o Instituto Padre Haroldo e 450 quilos para a Instituição Assistencial Dias da Cruz.

A Abas, que atende famílias carentes do distrito de Sousas, receberá 1.000 quilos de alimentos, e a Associação dos Moradores e Amigos do Núcleo Residencial Vila Vitória receberá outros 600 quilos, os quais serão distribuídos entre os moradores. Cerca de 2.100 quilos serão entregues aos trabalhadores afastados e aposentados.