Três homens encapuzados e armados roubaram hoje, às 2 horas, R$ 37 mil da Sala de Arrecadação da Itajaí Transportes Coletivos, localizada dentro do Terminal Campo Grande. Nesse horário, o terminal estava fechado e um dos ladrões pulou a cerca e rendeu um vigia que é terceirizado pela Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec). O vigia, que trabalha desarmado, foi obrigado a abrir o portão para os dois outros homens entrarem no local.
Em seguida, os homens renderam um motorista e uma conferente da Itajaí, que também foi forçada a abrir a porta da Sala de Arrecadação. Após pegarem o dinheiro, o colocaram dentro de um automóvel da Itajaí e fugiram. Cerca de 500 metros do terminal, o carro foi abandonado. Toda a ação dos bandidos foi filmada pelas câmeras internas do Terminal Campo Grande. O crime foi registrado no 11º Distrito Policial. “O que mais chamou a atenção é que os criminosos sabiam exatamente o horário em que é feita a sangria e onde fica a Sala de Arrecadação. Esse é mais um motivo para reduzir o pagamento das viagens de ônibus em dinheiro e para que os usuários do transporte se conscientizem que é importante o uso do Bilhete Único”, argumenta Paulo Barddal, diretor de Comunicação da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc), à qual a Itajaí é associada.

A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) inicia o Cadastramento do Bilhete Único Escolar no dia 6 de janeiro. Para conseguir o benefício, os alunos interessados (e que não participaram da antecipação) deverão apresentar o Atestado de Matrícula para Aquisição do Passe Escolar, devidamente preenchido, em um dos postos de atendimento da Transurc.

“O formulário para cadastramento para estudantes que ainda não possuem o Bilhete Único Escolar estará disponível, a partir da data, no site www.transurc.com.br, na sede da associação ou nos postos de venda dos terminais Central, Ouro Verde, Campo Grande e Barão Geraldo. O horário de atendimento, em todos os postos, é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h”, explica Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc. A entrega do formulário preenchido deve ser feita em um dos postos de atendimento físicos mencionados acima.

A partir da entrega do formulário por parte dos estudantes, a Transurc tem prazo legal de até 15 dias para verificar a documentação, emitir a Carteira de Frequência e o cartão Bilhete Único Escolar para os alunos que ainda não o possuem. Vale ressaltar que 10.942 cadastros já foram feitos durante o processo de antecipação.

“A antecipação tem o objetivo de dar maior comodidade aos estudantes que já utilizam o benefício do Passe Escolar e diminuir as filas nos postos de atendimento no início do ano letivo”, completa Barddal.

Quem pode utilizar

O Passe Escolar pode ser utilizado pelos estudantes que residam a mais de 1.000 metros do estabelecimento de ensino. O benefício é usufruído pelos alunos que cursam Ensino Fundamental, Médio, supletivos ou cursos profissionalizantes técnicos de nível médio. O processo de Cadastramento do Passe Escolar é amparado pelo Decreto nº 13.807, de 12 de dezembro de 2001, regulamentado pela Lei nº 9.788, de 2 de julho de 1998. O benefício do Passe Escolar concede um desconto de 60% em relação ao valor da tarifa vigente.

Micro-ônibus que faz cartão Bilhete Único na hora estará nos terminais Vila União e Padre Anchieta

O Expresso Bilhete Único, que permite o cadastro e compra do Bilhete Único Comum, segue da Avenida Moraes Salles, em frente a Guarda Municipal, para o Terminal Vila União em 2 de janeiro, na próxima quinta-feira, e fica no local até 17 de janeiro. De lá, parte para o Terminal Padre Anchieta em 18 de janeiro, onde permanece até o dia 31. O atendimento será feito das 8h30 às 18h30, de segunda a sexta-feira.

No micro-ônibus, o Bilhete Único Comum é feito na hora e o usuário já sai podendo usufruir os benefícios do cartão. “Hoje, não existe qualquer tipo de burocracia para fazer o Bilhete Único Comum. O cadastro é realizado sem qualquer custo, a emissão do BU é feita na hora e a própria recarga, que pode ser feita com o valor que o cliente desejar, é possível em 300 pontos da Rede de Representantes Credenciados da Transurc, além dos terminais e do Poupatempo Centro”, explica Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc).

O Expresso Bilhete Único é uma excelente alternativa aos usuários do transporte coletivo urbano de Campinas que desejam fazer o cadastro para o Bilhete Único Comum, a recarga e a consulta desse tipo de cartão.

Como fazer

Para efetuar o cadastro, o interessado precisa levar apenas a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou a carteira de identidade (RG) e o CPF. Além disso, quem utiliza o Bilhete Único pode recuperar os créditos em caso de perda, roubo, furto ou inutilização do cartão. Basta ligar no Disque-Transurc no 0800 014 0204, pedir o bloqueio do cartão original e solicitar a emissão de uma segunda via. O saldo do cartão antigo será automaticamente transferido para o novo.

Serviço:

Expresso Bilhete Único

Terminal Vila União: Rua Dusolina Leone Tourniex, 101, Vila União.

De 2 a 17 de janeiro, de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 18h30.

Terminal Padre Anchieta: Rua Papa São Dionísio, 395, Padre Anchieta.

De 18 a 31 de janeiro, de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 18h30.

A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) iniciará o Cadastramento do Bilhete Único Escolar no dia 6 de janeiro de 2014. Para conseguir o benefício, os alunos interessados (e que não participaram da antecipação) deverão apresentar o Atestado de Matrícula para Aquisição do Passe Escolar, devidamente preenchido, em um dos postos de atendimento da Transurc.
“O formulário para cadastramento para estudantes que ainda não possuem o Bilhete Único Escolar estará disponível, a partir da data, no site www.transurc.com.br, na sede da associação ou nos postos de venda dos terminais Central, Ouro Verde, Campo Grande e Barão Geraldo. O horário de atendimento, em todos os postos, é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h”, explica Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc. A entrega do formulário preenchido deve ser feita em um dos postos de atendimento físicos mencionados acima.
A partir da entrega do formulário por parte dos estudantes, a Transurc tem prazo legal de até 15 dias para verificar a documentação, emitir a Carteira de Frequência e o cartão Bilhete Único Escolar para os alunos que ainda não o possuem. Vale ressaltar que 10.942 cadastros já foram feitos durante o processo de antecipação.
“A antecipação tem o objetivo de dar maior comodidade aos estudantes que já utilizam o benefício do Passe Escolar e diminuir as filas nos postos de atendimento no início do ano letivo”, completa Barddal.

Quem pode usar
O Passe Escolar pode ser utilizado pelos estudantes que residam a mais de 1.000 metros do estabelecimento de ensino. O benefício é usufruído pelos alunos que cursam Ensino Fundamental, Médio, supletivos ou cursos profissionalizantes técnicos de nível médio.
O processo de Cadastramento do Passe Escolar é amparado pelo Decreto nº 13.807, de 12 de dezembro de 2001, regulamentado pela Lei nº 9.788, de 2 de julho de 1998. O benefício do Passe Escolar concede um desconto de 60% em relação ao valor da tarifa vigente.

Os postos de venda de créditos do Bilhete Único nos terminais urbanos de Campinas terão horário especial de atendimento ao público. No período de festas, o atendimento na sede da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) e nos terminais Barão Geraldo, Campo Grande, Central, Mercado, Metropolitano e Ouro Verde será:

Nos dias 24 e 31 de dezembro, todos os postos nos terminais estarão abertos das 6h às 18h. Na sede da Transurc, o atendimento será das 8h até as 12h.


Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, os postos estarão fechados.

Além dos postos nos terminais de ônibus e na sede da Transurc, o usuário do Bilhete Único pode recarregar na Rede de Representantes Credenciados. Atualmente, cerca de 300 pontos estão distribuídos por toda a cidade, em locais como bancas de revistas, drogarias, padarias, papelarias e mercados. Mais informações sobre os locais de venda no site da Transurc (www.transurc.com.br); ou pelo telefone 0800 014 02 04.

As empresas do transporte coletivo urbano de Campinas já instalaram 938 GPS em sua frota. Com o objetivo de melhorar o serviço prestado aos passageiros, os 1.030 ônibus que compõem a frota vão estar integrados ao sistema de monitoramento até o final do ano.

Cada empresa também criará uma estação de monitoramento, que serão ligadas à Central de Monitoramento da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), para gerenciar os GPS dos coletivos.

As informações registradas no aparelho (velocidade, horários, parada nos pontos) serão repassadas em tempo real para a central, permitindo o monitoramento on-line dos coletivos em telas de computadores e também a aplicação de ajustes das linhas.

Com isso, será possível identificar os pontos de gargalo, acidentes, roubos, locais onde existem problemas crônicos e grande demanda, além de trabalhar para evitar atrasos e otimizar o serviço nas diversas regiões de Campinas.

O distrito de Sousas tem uma nova linha de ônibus: a 3.89 – Estação Sousas circula exclusivamente nos horários de pico dos dias úteis, desde 11 de novembro. A linha operada pela Coletivos Pádova amplia a oferta de transporte público nos bairros Imperial Parque e Jardim Conceição. Dois ônibus convencionais viajam entre as estações de transferência Sousas e Expedicionários.

No sentido Sousas-Centro os pontos de parada na região central são na Rua Coronel Quirino (oposto ao Bosque), Av. Aquidabã (esquina com Rua Boaventura do Amaral e também no Largo do Pará) e Av. Prefeito José Nicolau Ludgero Maselli (próximo do Terminal Central). Os horários de partida são às 5h30, 6h05, 6h40, 7h15, 7h50, 8h25, 15h15, 15h50, 16h25, 17h00, 17h35 e 18h10.

Já no sentido Centro-Sousas os pontos de parada na região central são na Estação Expedicionários, Av. Senador Saraiva (pista externa) e Av. Dr. Moraes Salles (pista externa, próximo da Guarda Municipal, e também perto da Escola Francisco Glicério), com partidas às 6h10, 6h45, 7h20, 7h55, 8h30, 9h05, 15h55, 16h30, 17h05, 17h40, 18h15 e 18h50.

O distrito de Sousas já é atendido pelas linhas 3.90 – Joaquim Egídio, 3.91 – Nova Sousas, 3.92 – San Conrado e 3.96 – Sousas.

Confira os itinerários:

O itinerário resumido no sentido Sousas-Centro é:

  • Estação Sousas;
  • Imperial Parque e Jardim Conceição;
  • Rodovia Heitor Penteado;
  • Av. Dr. Moraes Salles;
  • Av. Aquidabã;
  • Estação Expedicionários.

 

Já o itinerário resumido no sentido Centro-Sousas é:

  • Estação Expedicionários;
  • Av. Dr. Campos Sales;
  • Av. Senador Saraiva (pista externa);
  • Av. Dr. Moraes Salles (pista externa);
  • Rodovia Heitor Penteado;
  • Estação Sousas.

As empresas do transporte coletivo urbano de Campinas investem na instalação de GPS em sua frota para melhorar o serviço prestado aos passageiros. Desde novembro já foram instalados mais de 600 aparelhos em cada veículo. Até o final do ano, os 1.030 ônibus que compõem a frota vão estar integrados ao sistema de monitoramento.

Cada empresa também investe na criação de uma estação de monitoramento em sua sede. A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) também terá uma Central de Monitoramento para gerenciar os GPS dos coletivos.

As informações registradas no aparelho (velocidade, horários, parada nos pontos) são repassadas em tempo real para a central, permitindo o monitoramento on-line dos coletivos em telas de computadores e também a aplicação de ajustes das linhas.

Com isso, será possível identificar os pontos de gargalo, acidentes, roubos, locais onde existem problemas crônicos e grande demanda, além de trabalhar para evitar atrasos e otimizar o serviço nas diversas regiões de Campinas.

Futuramente, devem ser instalados painéis eletrônicos nos pontos de ônibus para informar o horário em que os ônibus vão passar. A Emdec também planeja a criação de um aplicativo para smartphones e tablets, chamado Embarque Acessível, que se comunicará com os GPS para informar o itinerário e os horários da linha de ônibus desejada, além de orientações sobre origem e destino das linhas, pontos e linhas de determinado destino, horário de chegada a determinado lugar e tempo de espera.

A Campanha “Faça comigo seu Bilhete Único” fez a impressão de 5 mil novos cartões durante três meses. Dez agentes de cadastramento, vestindo um colete com o logotipo da Transurc, abordaram os passageiros nos pontos de ônibus do Centro. Na hora, por meio de um smartphone, o agente verificou se o passageiro possuía algum tipo de cartão cadastrado em seu nome e, quando não o tinha, o cartão já era entregue.

Posteriormente, se o usuário quiser personalizar o cartão com o nome, poderá dirigir-se até a sede da Transurc. Os agentes de cadastramento do BU ficaram nesses pontos de ônibus de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

A campanha “Segunda via gratuita do Bilhete Único” terminou no final de novembro com 13.939 cartões reemitidos. A ação foi promovida pela Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc), organização mantida pela iniciativa privada e responsável pela venda de créditos, com o objetivo de tornar ainda mais acessível o cartão que permite utilizar até três ônibus durante duas horas com o pagamento de uma tarifa, que teve esse objetivo atingido.

Realizada de outubro ao final de novembro, a campanha “Segunda via gratuita do Bilhete Único” teve como público-alvo as 18.149 pessoas que perderam o cartão Bilhete Único Comum e deixaram de aproveitar os benefícios que a integração permite. “Agora, os usuários poderão aproveitar o transporte com maior economia. Sabemos que iniciativas como essa contribuem para aumentar a segurança dentro dos coletivos porque, com menos dinheiro nos ônibus, estamos conseguindo reduzir a quantidade de assaltos”, argumenta Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc.

Nos dez primeiros meses do ano passado, foram registrados 351 roubos dentro dos ônibus. De janeiro a outubro deste ano, o número foi reduzido para 287 assaltos, ou seja, uma queda de 18%. “Antes da implantação do atual sistema de bilhetagem eletrônica, o número de roubos a ônibus chegou a 1.206 por ano (dados de 2003)”, diz Barddal. Hoje, a família de cartões Bilhete Único tem mais de 850 mil cadastrados, entre funcionários de empresas, estudantes, pessoas portadoras de necessidades especiais, idosos e usuários comuns. O cartão BU pode ser recarregado em um dos pontos de venda da Transurc localizados nos terminais de ônibus Central, Mercado, Barão Geraldo, Ouro Verde, Campo Grande e no Poupatempo Centro, ou ainda em um dos 300 estabelecimentos que fazem parte da Rede de Representantes Credenciados. A localização dos estabelecimentos comerciais dessa rede pode ser obtida no site da Transurc (www.transurc.com.br) ou nos guias de bolso que são distribuídos nos pontos de venda da associação.