O transporte coletivo de Campinas está mais seguro com o fim do recebimento de passagens em dinheiro dentro dos ônibus, como já era esperado. Segundo a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), responsável por gerenciar o transporte público da cidade, durante o mês de fevereiro até a primeira quinzena de março, não houve nenhum caso de assalto nos ônibus da cidade.

Desde 19 de janeiro deste ano, o pagamento das passagens nos ônibus de Campinas só pode ser feito com o uso do QR Code ou com o Bilhete Único. A mudança deixou o transporte público menos vulnerável aos assaltos. “Um dos benefícios incontestáveis da retirada do dinheiro dos ônibus foi a implantação do QR Code atrelada ao uso do Bilhete Único, possibilitando que não tivéssemos nenhum assalto desde fevereiro até hoje”, enfatiza Carlos José Barreiro, secretário municipal de Transportes e presidente da Emdec.

Com a mudança na forma de pagamento das passagens, 99% das pessoas que passam pelas catracas dos ônibus em Campinas, passaram a utilizar o Bilhete Único. Apenas 1% utiliza o QR Code para o pagamento, seja por papel ou pelo aplicativo.