Jovem motorista de ônibus da VB3 veio do Paraná em busca de sonho

Neste mês de março, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher, vamos contar a história da jovem motorista da VB3, Josiani Daniela dos Santos Silva, que há 12 anos trocou a cidade de Maringá, no Paraná, por Campinas, para realizar seu sonho de ser motorista de ônibus. Sua história comprova como as empresas de ônibus abriram suas portas para a força de trabalho feminina em todas as áreas, da manutenção até a condução dos ônibus.

Depois de iniciar sua vida profissional como costureira, ainda no Paraná, Josiani decidiu mudar-se para Campinas, com a cara e a coragem, em busca de seu objetivo. Trabalhou em vários lugares até conseguir emprego como motorista do PAI Serviço, onde ficou por cerca de quatro anos. “Gostei muito desse trabalho, mas chegou uma hora que pedi para ir para a operação dos ônibus urbanos, que sempre foi o que eu queria. E foi uma alegria!”, conta.

Há um ano e meio, ela virou motorista do urbano. Dirige um ônibus novo, com ar-condicionado, da linha 333 – Terminal Barão Geraldo, e se sente muito realizada. “Quem sabe eu não passo para um articulado daqui um tempo”, planeja. Na família, sua profissão é motivo de orgulho, principalmente por parte do pai.“Ele fica todo orgulhoso quando fala para alguém que eu trabalho como motorista de ônibus”, conta.

Para ela, a empresa valoriza muito a mão de obra feminina, pois dá oportunidades para as mulheres trabalharem nas mais diversas áreas, e há muito respeito entre os colegas. “Às vezes a gente escuta umas piadinhas, mas eu sempre levo na brincadeira e respondo com o meu trabalho”, explica.