O Programa de Acessibilidade Inclusiva (PAI) é um serviço gratuito oferecido pelas empresas concessionárias do transporte coletivo urbano de Campinas e destinado exclusivamente às pessoas com deficiência física severa, associada ou não a outras deficiências, e que se utilizam de cadeira de rodas ou andadores e estejam cadastradas no serviço.

“Mensalmente temos quase 11 mil atendimentos, sendo que cerca de 80% deles de locomoção para hospitais, clínicas de reabilitação, consultas e fisioterapia”, conta Marciano Pereira, encarregado que controla a parte operacional do PAI.

Para utilizar este serviço, o interessado ou seu responsável deverá preencher uma ficha cadastral fornecida pela Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec). Nela, além das informações pessoais, há uma avaliação médica, que deve ser preenchida por um profissional (médico) escolhido pelo interessado. As informações serão checadas e analisadas pela Emdec, antes da aprovação do cadastro.

A ficha está disponível no site www.emdec.com.br, ou na sede da empresa, que fica à Rua Dr. Salles Oliveira, 1.028, no bairro Vila Industrial.

“Para obter o benefício é necessário que o interessado encaminhe à Emdec cópias do RG ou de outro documento com foto, comprovante de residência e fotografia 3×4 para a emissão da carteira do PAI”, completa Pereira.

O atendimento do PAI é realizado de segunda a sexta, das 6h às 23h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 7h30 às 18h. Para eventos especiais poderão ser agendados outros horários. O agendamento do serviço pode ser feito pelo telefone 118 (Disque-Emdec), que funciona 24 horas por dia.