Na segunda-feira, mais três ônibus da Onicamp Transporte Coletivo foram depredados e, agora, o número total chega a 17 veículos das concessionárias VB Transportes e Turismo, do Consórcio UrbCamp e da Onicamp atacados.

Ontem, dois dos veículos tiveram os vidros das janelas quebradas enquanto o outro teve o vidro da porta lateral. As ocorrências foram nas proximidades da Avenida Júlio Simões, no Jd. Nova Europa. Os prejuízos foram de R$ 1,5 mil.

Os ataques foram realizados durante as manifestações que ocorreram em Campinas na segunda-feira e nos dias 20 e 21 de junho. Dezesseis desses veículos, tipo convencional, tiveram para-brisas dianteiros e traseiros quebrados, vidros laterais e de janelas foram apedrejados. Um ônibus articulado também teve vidros quebrados, a janela de emergência e bancos arrancados.
A VB, que opera na área 1, teve quatro veículos quebrados, entre os quais o articulado. A Onicamp, que opera na área 4, teve oito ônibus depredados. O Consórcio UrbCamp, que opera na área 3, teve cinco veículos vandalizados. O prejuízo calculado pelas empresas é de cerca de R$ 32,5 mil.
Dezessete câmeras que ficam no interior dos ônibus da VB também foram arrancadas por vândalos, causando mais R$ 8,5 mil de prejuízo. A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) e as concessionárias repudiam todo e qualquer ato de violência e vandalismo.