A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) informa que, a partir do dia 19 de janeiro, próximo sábado, os terminais de ônibus da cidade funcionarão com o horário ampliado para melhor atender os usuários.

A partir desta data, não será mais possível pagar as passagens com dinheiro dentro dos ônibus.

Novo horário de funcionamento dos terminais de ônibus, a partir de 19 de janeiro:

  • Terminal Central – das 5h às 23h;
  • Terminal Metropolitano – das 6h às 23h;
  • Terminal Barão Geraldo – das 6h às 23h;
  • Terminal Ouro Verde – das 6h às 23h;
  • Terminal Campo Grande – das 6h às 23h;
  • Terminal Mercado – das 6h às 21h.

Só QR Code ou BU nos ônibus

A partir deste sábado, o pagamento das passagens dentro dos ônibus só poderá ser feito com o uso do QR Code ou algum dos cartões da família Bilhete Único – Vale-Transporte, Comum, Escolar, Universitário, Idoso, Gratuito ou Especial.

A medida está sendo implantada de forma gradativa na cidade. Desde fevereiro do ano passado os passageiros já não podiam pagar as passagens em dinheiro nos embarques feitos no Terminal Central e, desde junho, também nos embarques realizados no Terminal Mercado.

O uso de cartões e do QR Code no pagamento das passagens torna mais ágil o embarque de passageiros, além de reduzir muito a ocorrência dos assaltos em ônibus. E atualmente, menos de 10% dos usuários ainda utilizam dinheiro para o pagamento das passagens nos ônibus.

QR Code em toda a rede

Para facilitar o atendimento aos usuários que precisam comprar o QR Code, em geral pessoas de fora da cidade, ele é vendido em toda a Rede Credenciada Transurc. Além disso, há a opção de utilizar o aplicativo Transurc Smart, com o qual é possível adquirir o tíquete pelo celular. Um sistema prático e eficiente, que qualquer pessoa pode utilizar. Basta ter um smartphone.

BU é a melhor opção

Para quem utiliza o transporte coletivo com frequência, a melhor opção é utilizar o Bilhete Único por conta das vantagens que ele oferece. Com o cartão comum, a passagem custa R$ 4,30, ao passo que, no pagamento pelo QR Code, o valor é de R$ 4,70. Além disso, o BU proporciona a integração, ou seja, o uso de um segundo ônibus por um período de duas horas, pagando uma tarifa. Apenas a partir da segunda integração nesse período (embarque no terceiro ônibus) é que será cobrado o valor de R$ 0,40, benefício válido para todos os dias da semana.

O Bilhete Único Comum é gratuito e pode ser feito por qualquer pessoa, mesmo não residente em Campinas, com a apresentação de CPF e RG. Ele pode ser feito na sede da Transurc (Rua Onze de Agosto, 757, com atendimento de segunda a sexta, das 7h30 às 18h), nos terminais e em outros 15 postos autorizados pela Transurc (consulte no site www.transurc.com.br).