A Transurc é apoiadora da Campanha Viva, uma iniciativa da Emdec para a conscientização e redução do número de mortes por acidentes de trânsito em Campinas. A Campanha Viva divulga orientações e dissemina o respeito entre todos os usuários das vias públicas, sejam eles pedestres, passageiros, ciclistas, motociclistas ou motoristas, com foco principalmente no uso das faixas de pedestres.

Foram feitas pintura de faixas de travessia com a palavra “VIVA”, em frente à Estação Cultura e também na Avenida Dr. Ângelo Simões, Avenida da Saudade, Rua Dr. Salles Oliveira, Terminal Central e Unicamp.

Estão sendo instalados ainda, 30 totens (placas verticais) em diversos pontos da cidade, além de veiculação da campanha em rádio e nas páginas oficiais da Emdec em redes sociais. Também serão distribuídos 200 mil folhetos educativos sobre a campanha.

A Transurc participa com a instalação de 50 busdoors – adesivos nos vidros traseiros nos ônibus do transporte público coletivo municipal, e também com a divulgação da campanha nos canais de comunicação da associação.

Também está prevista a “Faixa Musical”, intervenção urbana em que os pedestres, ao pisarem na faixa de travessia, ouvem notas musicais. A ideia é promover uma nova ocupação do espaço público, consciente, integrada, congratulando quem faz escolhas certas, harmoniosas e seguras.

 

Acidentes registrados

Em Campinas houve uma redução de 12,4% nas ocorrências com vítimas não fatais em 2017, em comparação com o ano anterior, e uma redução de 22,6% nos atropelamentos. Porém, o número de óbitos nas ocorrências aumentou de 74 em 2016 para 86 em 2017, o que demonstra uma maior violência nas colisões. Das 86 vítimas fatais de 2017, 41 eram motociclistas, 31 pedestres, 11 ocupantes dos demais veículos e três eram ciclistas.