Gestora da bilhetagem recomenda às pessoas que necessitam de transporte usem aplicativo Transurc Smart e façam as compras pelo site da associação

A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc), entidade responsável pelo sistema de bilhetagem do transporte urbano, informa que mantém apenas os serviços essenciais como a venda de passes Bilhete Único e o QR Code, além da emissão de primeira e segunda vias. A medida foi adotada devido ao decreto de quarentena da Prefeitura de Campinas.

“Como o transporte público é considerado essencial. Por isso, temos a responsabilidade de garantir o direito de ir e vir das pessoas, embora a quantidade de passageiros transportados tenha reduzido nos últimos dias. Dessa forma, manteremos apenas os serviços estritamente necessários”, afirma Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc.

A Transurc recomenda às pessoas que utilizarão o transporte nos próximos dias a utilizar o aplicativo Transurc Smart, no qual é possível comprar o QR Code. Os cartões eletrônicos Bilhete Único Comum e Vale-Transporte podem ser adquiridos pelo site www.transurc.com.br.

Minimizar riscos ao máximo

Além disso, a associação informa às pessoas titulares dos benefícios de gratuidades e também são portadoras de algumas doenças específicas (leia a relação abaixo) que poderão solicitar a revalidação por intermédio de terceiros. Nesses casos, os terceiros precisam apresentar um documento original e oficial de identidade do beneficiário.

Hoje, a Transurc concede benefícios de gratuidades 100% para 4.894 pessoas. Do total, 822 estão incluídas em grupo de risco, ou seja, 17% do total.

Estão inclusos nesse grupo os portadores de doenças como neoplasias, doenças de sangue, dos órgãos hematopoéticos e alguns transtornos imunitários, endócrinas, nutricionais e metabólicas, do aparelho respiratório, do aparelho digestivo, da pele ou do tecido subcutâneo, além dos portadores de causas externas de morbidade e mortalidade e de fatores que influenciam o estado de saúde e do contato com os serviços de saúde.

O atendimento para esses casos específicos, que anteriormente exigiam a presença dos titulares dos benefícios, continuará a ser feito na sede da Transurc, na Rua 11 de Agosto, 757, Centro.