O 15º Tribunal Regional do Trabalho (TRT), por meio do desembargador Lourival Ferreira dos Santos, presidente da Seção de Dissídio Coletivo despachou, no início da noite desta terça-feira, a liminar que obriga o Sindicato dos Rodoviários de Campinas e Região a manter, no mínimo, de 70% da frota operante rodando nos horários de pico (4h30 às 9h e 16h30 às 19h30) e pelo menos 50% no restante dos demais horários. A Justiça também estipulou, também, uma multa de R$ 20 mil por dia, caso haja descumprimento da determinação. O juiz também marcou Audiência de Conciliação para o dia 21 de maio, na próxima segunda-feira.