José Leôncio da Silva foi retratado em mostra que comemora os 250 anos de Campinas e reverencia quem constrói e faz de nossa metrópole uma referência para o Brasil

 

O motorista José Leôncio da Silva, condutor do Corredor Ouro Verde do BRT Campinas, foi um dos dez personagens escolhidos para representar o povo campineiro na exposição “Campineiros!”, que comemora os 250 anos de Campinas.

A mostra, aberta no dia 21 de maio, reverencia quem constrói e faz da metrópole uma referência para o Brasil. Os painéis da exposição ficam no Corredor Pedras, do Shopping Parque Dom Pedro até 7 de junho e vão, na sequência, para o Paço Municipal.

Leôncio gostou de se ver retratado na mostra, como um representante do povo de sua cidade natal e de sua categoria profissional. “Dá orgulho mesmo ser campineiro, tenho 43 anos, sou nascido e criado em Campinas. Meu amor é tremendo, daqui não saio”, destacou.

O motorista, que trabalha no setor há 13 anos, sendo cinco deles na VB Transportes e Turismo, concessionária que atua no transporte urbano de Campinas, na região do Ouro Verde, Vila União e Corredor Amoreiras, sentiu-se orgulhoso por participar desta ação em homenagem ao aniversário da cidade. Da mesma forma, seus quatro filhos – Raíssa, Gustavo, Lívia e Nícolas, e a netinha Lavínia, além de vários parentes, se emocionaram com o vídeo gravado com ele.

“Participar deste trabalho foi um presente para mim, que tenho orgulho de ser campineiro e orgulho de ser motorista e do grupo onde trabalho”, conta.

Para o diretor de Operações do Grupo Belarmino, do qual a concessionária VB é integrante, Heinz Wolfgang Kumm Júnior, enaltecer as pessoas com raízes na cidade é sempre importante, pois são elas que constroem nossa história. “E este trabalho é bem significativo para todos os que escolheram fazer sua vida em Campinas, pois não foram escolhidas figuras famosas, como atrizes e jogadores conhecidos por serem campineiros, a mostra retrata pessoas comuns, que vivem o dia a dia de nossa cidade”, destaca.

E é exatamente isso o foco da campanha. Ela destaca não apenas os nascidos em Campinas, como também quem chegou na cidade e fez acontecer, contando suas histórias e mostrando uma trajetória que traz orgulho para todos que aqui vivem.

Entre os homenageados na mostra, além do motorista Leôncio, também fazem parte os seguintes “campineiros”:

  • Luccas Soares, músico, fundador e coordenador do Instituto Anelo;
  • Aretha Duarte, montanhista, primeira mulher negra latino-americana a alcançar o cume do Everest;
  • Anderson Di Rizzi, ator global, passou a infância no Conjunto Habitacional Bandeirantes, no Jardim Pacaembu;
  • Luiz Ceará, jornalista esportivo, em mais de 40 anos de profissão cobriu várias copas do mundo e outros eventos de relevância nacional;
  • José Dos Santos ou “Seu Zé”, comerciante português, dono do City Bar e criador do “Melhor Bolinho de Bacalhau do Mundo”;
  • Valdemar Babler ou Sr. Feliz, representante comercial, conhecido pela alegria e por cumprimentar as pessoas que vão caminhar na Lagoa do Taquaral;
  • Beatriz Abreu, mãe e lash designer, vizinha de uma das 16 novas creches espaço do amanhã;
  • Silvia Brandalise, médica pediatra e fundadora do Centro Infantil Boldrini, um dos mais importantes centros de pesquisa em câncer infantil da américa latina;
  • Benedita Camargo, fundadora da Casa da Sopa, entidade que desde 2001 fornece refeições todos os dias para famílias em situação de vulnerabilidade social.

OperaCÃO Resgate Campinas, Vira Lata Vira Casa e adoções Corrente do Bem, ambas de Valinhos, receberam as doações que vão ajudar no acolhimento dos animais

 

A Campanha do Agasalho Transurc e SetCamp entregou esta semana 90 quilos de ração, junto com algumas roupinhas e acessórios para cães, para entidades de defesa de animais de Campinas e Valinhos. Foram beneficiadas a entidade Operacão Resgate Campinas, e também a Vira Lata Vira Casa e a Adoções Corrente do Bem, ambas de Valinhos.

A Campanha do Agasalho, que acontece há 18 edições em Campinas, tem como foco principal a arrecadação de agasalhos para distribuir para entidades que atendem famílias carentes. No entanto, alguns produtos acabam também sendo doados, como alimentos, brinquedos, remédios e também ração para animais.

E, este ano, com a tragédia que atingiu o Rio Grande do Sul, a campanha chegou a ser ampliada para doar também para as famílias gaúchas. Por isso, boa parte destes donativos foram encaminhados para as famílias gaúchas desabrigadas, em carretas enviadas até a semana passada.

Como chegaram alguns pacotes de ração e acessórios para animais, além de alimentos que a população continua doando, agora estão sendo entregues para entidades da região, como foi o caso das rações.

Uma das entidades beneficiadas, a ONG OperaCÃO Resgate Campinas, atende animais vítimas de maus tratos extremos. Segundo Marjorie Rodrigues, atualmente a entidade é responsável por 60 animais, os quais são mantidos em abrigos até conseguir que eles sejam adotados.

Por isso, a entidade realiza diversas campanhas para angariar fundos e pagar a estadia e alimentação desses animaizinhos. Quem quiser conhecer melhor e ajudar, pode acessar a página do Instagram: operaçãoresgatecampinas. A ONG também realiza o Bazar Animal Casual, cuja página no Instagram é: bazar__ac, que oferece roupas usadas em geral, com vendas às sextas e sábados, no bairro Taquaral. Tudo revertido em prol dos animais acolhidos.

Outra entidade beneficiada com as doações de ração foi a Associação Projeto Sócio Humanitário Vira Lata Vira Casa, de Valinhos, que foi fundada há sete anos e atualmente cuida de nove filhotes e 19 adultos. Com a ajuda de voluntários, a entidade organiza uma feira de adoção todos os sábados, na Praça na Rua Luís Spiandorelli Neto, 161, em frente ao Shopping Valinhos. Enquanto os pets não são adotados, todos ficam em lares temporários.

Por fim, a outra entidade que atua também em Valinhos, e que recebeu as doações, foi o Grupo de Proteção Animal Adoções Corrente do Bem, fundado por Rejane Fini, protetora dos animais há mais de 20 anos. Esta entidade tem por objetivo conscientizar a população sobre a posse responsável de animais, com foco em mostrar a importância da castração.

A ONG já atendeu mais de 8 mil cães e gatos e, para se manter, organiza rifas e outros eventos e também aceita doações de ração, cobertores e medicamentos. Atualmente, é responsável por três cães e quase 60 gatos.

Informações na página do Facebook: Adoções Corrente do Bem ou na página do Instagram: correntedobem.valinhos.

Esta semana, mais seis entidades de Campinas foram beneficiadas com as doações; ação já alcançou 12 instituições de Campinas, além de famílias desabrigadas do RS

A Campanha do Agasalho Transurc/SetCamp entregou esta semana, mais de 15 mil peças para importantes entidades assistenciais de Campinas. Foram atendidas a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais ADRA Campinas, com 634 peças; o Lar dos Velhinhos de Campinas, com 632 peças; a Casa da Criança Mei Mei, com 665 peças; o Instituto Padre Haroldo, com 647 peças, o Centro de Desenvolvimento Integral Bom Pastor, com 571 peças e a Associação São João Vianney, com 597 peças, que totalizaram a distribuição de 15.949 peças.

Na semana passada, as famílias desabrigadas do Rio Grande do Sul também foram contempladas com mais de 8,5 mil peças. Todas as doações passam por uma triagem e são separadas por categorias como blusas de frio femininas/masculinas, roupas infantis, calçados, roupas de cama, cobertores entre outras.

A 18ª edição da campanha, que acontece até 15 de julho, é promovida pela Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) e pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp).

Participam as concessionárias do transporte urbano de Campinas – VB Transportes e Turismo (VB1 e VB3), Itajaí Transportes Coletivos, Onicamp Transporte Coletivo, Expresso Campibus e Coletivos Pádova, e da Região Metropolitana de Campinas (RMC) – VB Transportes e Turismo, Rápido Sumaré, Rápido Luxo Campinas, West Side, Transportes Capellini, Lirabus e Viação Ouro Verde. A campanha também conta com o apoio da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), que cedeu espaço para colocar pontos de arrecadação nos terminais de Campinas, Hortolândia e Americana.

Entregas:

1) Associação Evangélica Assistencial (AEA) – 616 peças;

2) Instituição Assistencial Dias da Cruz – 625 peças;

3) Centro Social Romília Maria – 609 peças;

4) Cidade dos Meninos – 536 peças;

5) Cepromm – 620 peças;

6) Casa de Jesus – 619 peças;

7) Rio Grande do Sul – 8.578 peças;

8) ADRA – 634 peças;

9) Lar dos Velhinhos de Campinas – 632 peças;

10) Casa da Criança Mei Mei – 665 peças;

11) Instituto Padre Haroldo – 647 peças;

12) Creche Bom Pastor – 571 peças;

13) Associação São João Vianney – 597 peças;

 

Total: 15.949 peças.

 

Onde doar

 

Os donativos podem ser entregues no ônibus estacionado diariamente no Largo do Rosário, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h, e aos sábados, das 8h ao meio-dia, até o dia 15 de julho.

Outros pontos de entrega são os terminais de ônibus Central, Ouro Verde, Campo Grande, Barão Geraldo, Vila União, Vida Nova, Padre Anchieta, Satélite Íris, Campos Elíseos e os terminais metropolitanos de Campinas, Hortolândia e Americana, além da sede da Transurc.

A campanha deste ano ainda conta com a parceria das duas unidades da Padaria Ricco Pane, onde também foram colocadas caixas de arrecadação.

Os funcionários do setor de transporte podem fazer as suas doações diretamente nos pontos colocados nas garagens das concessionárias participantes.

Garagens ganharam decoração temática com muito amarelo, para lembrar da prevenção de acidentes no trânsito

As concessionárias de ônibus VB1, que opera na área 1 da cidade, na região do Ouro Verde (linhas azuis), e a VB3, que faz parte do Consórcio Urbcamp e opera a área 3 (linhas verdes), organizaram diversas ações para divulgar o Maio Amarelo junto aos seus funcionários.

Na VB1, além de organizar ações na entrada dos motoristas para o trabalho, nos dias 2 e 3, a empresa ainda homenageou dez motoristas com uma camiseta do Maio Amarelo para usarem durante o mês. A equipe ainda ganhou cafés da manhã especiais durante as ações. Também estão sendo organizadas algumas blitzes nas ruas com enfoque na prevenção de acidentes.

Na sexta-feira, dia 10, a operadora realizou uma palestra sobre acidentes de trânsito e uma premiação para os motoristas que não se envolveram em acidentes no último ano.

A VB3 também está com várias ações este mês, baseadas no tema da campanha mundial do Maio Amarelo, “Paz no trânsito começa por você”: No dia 2, a partir das 4h da madrugada e após as 21h, teve recepção dos motoristas que trabalham na parte da manhã, com distribuição de cartilhas contendo orientações relativas ao maio amarelo. Além disso, foram entregues brindes e adesivos para crachá com o referido tema.

No dia 6, foi divulgado um vídeo sobre o maio amarelo nos grupos de WhatsApp da concessionária e dia 13, foram realizadas Blitzes educativas nos principais terminais da cidade. No cronograma de atividades do Maio Amarelo na VB3, ainda estão agendadas para os dias 20 e 27, campanhas educativas em pontos finais dos ônibus.

Além das ações nas concessionárias, a Associação das Empresas do Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp) apoiam o Movimento Maio Amarelo e todas as concessionárias que atendem o transporte urbano de Campinas colocaram adesivos com laços amarelos alusivos ao movimento mundial nos para-brisas de toda a frota. A imagem também foi colocada no site da Transurc durante o mês de maio.

     

Maio Amarelo

A proposta do Maio Amarelo é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo e trabalhar na prevenção desses acidentes. O movimento visa preservar a vida no trânsito, através de ações coordenadas entre poder público e sociedade civil.

O mês de maio foi escolhido devido à resolução da Organização das Nações Unidas (ONU), que em 2011, decretou a Década de Ação para a Segurança no Trânsito, justamente em um dia 11 de maio. Já o amarelo foi escolhido por ser conhecido mundialmente por simbolizar atenção na sinalização de trânsito.

 

Dia das Mães

Neste mês de maio, as garagens da VB1 e VB3 também organizaram uma comemoração especial pelo Dia das Mães. A ação aconteceu na sexta-feira, dia 10, nas duas unidades, e incluiu recepção às mães que trabalham nas unidades, com entrega de lembrancinhas, coffee break especial e decoração para fotos com todas as mamães.

 

 

A loja VAB Parafusos e Ferragens, localizada na rua Engenheiro Augusto de Figueiredo, 2.800, no Jardim Bom Sucesso, faz parte da rede credenciada Transurc para atender os usuários de ônibus da região.

A loja, há sete anos no mercado, trabalha com artigos para hidráulica, elétrica e ferragens em geral. Além disso, ainda oferece recargas para o Bilhete Único e QR Code para o pagamento de passagens para o transporte urbano de Campinas.

Segundo o administrador Vagner Alexandre Bento, desde 2019 o local passou a atender clientes do transporte urbano de Campinas, o que atraiu um público maior para o comércio.

A ideia foi oferecer um ponto mais próximo e acessível para eles fazerem suas recargas para o Bilhete Único e facilitar a vida de quem mora na região. Também foi uma maneira de tornar o comércio mais conhecido pelo público em geral.

O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h; aos sábados, das 8h às 16h, e aos domingos, das 8h às 12h.

A VAB Parafusos e Ferragens faz parte da rede credenciada Transurc, juntamente com mais de 250 estabelecimentos localizados nos mais diversos pontos de Campinas.

São eles que oferecem atendimento para quem precisa comprar sua passagem de ônibus e não quer se deslocar até a sede da associação, um dos terminais de ônibus ou utilizar o aplicativo Transurc Smart.

Para consultar os credenciados e escolher o mais próximo, acesse o link: https://www.transurc.com.br/informacoes/onde-comprar/.

Com a parceria com a Guarupass também foram enviados 10.420 quilos de alimentos, 200 quilos de ração para pets, 1.500 litros de água mineral, entre outros

A Campanha do Agasalho Transurc/SetCamp conseguiu enviar 8.578 peças às famílias gaúchas desabrigadas. Além dos agasalhos e calçados, a carreta partiu com 10.420 quilos de alimentos não perecíveis, montante arrecadado em conjunto com a Guarupass (Associação das Concessionárias de Transporte Urbano de Passageiros de Guarulhos e Região), 200 quilos de ração para pets, produtos de limpeza, 1 caixa de primeiros socorros, 1.500 litros de água mineral e produtos de limpeza e higiene pessoal. Uma carreta com as doações partiu da concessionária Sambaíba, em Campinas, para o Rio Grande do Sul.

A campanha, tradicional na cidade, foi ampliada para também ajudar as famílias que sofrem com a tragédia que atingiu as cidades do Rio Grande do Sul e deixou milhares de desabrigados. Conforme o ritmo da arrecadação, novas doações poderão ser enviadas para o Sul.

A 18ª edição da campanha, que vai até 15 de julho, é promovida pela Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) e pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp).

Participam as concessionárias do transporte urbano de Campinas – VB Transportes e Turismo (VB1 e VB3), Itajaí Transportes Coletivos, Onicamp Transporte Coletivo, Expresso Campibus e Coletivos Pádova, e da Região Metropolitana de Campinas (RMC) – VB Transportes e Turismo, Rápido Sumaré, Rápido Luxo Campinas, West Side, Transportes Capellini, Lirabus e Viação Ouro Verde.

Para a doação para as famílias do Sul, a campanha também contou com a colaboração da Guarupass e da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), que cedeu espaços para colocar pontos de arrecadação nos terminais de Campinas, Hortolândia e Americana.

A equipe de funcionários da Transurc intensificou a triagem para conseguir enviar o máximo de doações de roupas para as vítimas da tragédia. As remessas foram separadas por categorias como blusas de frio femininas/masculinas, roupas infantis, calçados, roupas de cama, cobertores entre outras.

Até o momento, a Campanha do Agasalho entregou 12.203 peças, que beneficiaram as famílias do Sul e também seis entidades assistenciais de Campinas, conforme abaixo:

Entregas:

1)         Associação Evangélica Assistencial (AEA) – 616 peças;

2)         Instituição Assistencial Dias da Cruz – 625 peças;

3)         Centro Social Romília Maria – 609 peças;

4)         Cidade dos Meninos – 536 peças;

5)         Cepromm – 620 peças;

6)         Casa de Jesus – 619 peças;

7)         Rio Grande do Sul – 8.578 peças;

Total: 12.203 peças.

      

 

Onde doar

Os donativos podem ser entregues no ônibus estacionado diariamente no Largo do Rosário, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h, e aos sábados, das 8h ao meio-dia, até o dia 15 de julho.

Outros pontos de entrega das doações são os terminais de ônibus Central, Ouro Verde, Campo Grande, Barão Geraldo, Vila União, Vida Nova, Padre Anchieta, Satélite Íris, Campos Elíseos e os terminais metropolitanos de Campinas, Hortolândia e Americana, além da sede da Transurc.

A campanha deste ano ainda conta com a parceria das duas unidades da Padaria Ricco Pane e do shopping Platz Mall, em Sousas, onde também foram colocadas caixas de arrecadação.

Os funcionários do setor de transporte podem fazer as suas doações diretamente nos pontos colocados nas garagens das concessionárias participantes.

Seis entidades assistenciais de Campinas foram beneficiadas até o momento, e novas doações, incluindo alimentos não perecíveis e água, serão enviadas para as famílias gaúchas

Com a tragédia que atingiu as cidades do Rio Grande do Sul e deixou milhares de famílias desabrigadas, a Campanha do Agasalho Transurc/SetCamp decidiu ampliar a ação para recolher também alimentos não perecíveis e água para enviar aos gaúchos. “Os itens mais solicitados pelos gaúchos, neste momento, são água e cobertores”, informa Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc e SetCamp. Uma carreta com doações irá partir de Campinas daqui a três dias para levar um pouco de solidariedade às famílias que passam por tantas dificuldades por conta das fortes chuvas.

A equipe de funcionários intensificou a triagem para conseguir enviar o máximo de doações para as vítimas da tragédia. Novas remessas estão sendo separadas por categorias como blusas de frio femininas/masculinas, roupas infantis, calçados, roupas de cama, cobertores entre outras. E os voluntários descartam os itens que não têm condições de doação.

A 18ª edição da campanha, que começou dia 15 de abril e vai até 15 de julho, é promovida pela Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) e pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp). O slogan deste ano é “Juntos, podemos aquecer o inverno!”.

Tradicional na cidade, a campanha conta com a participação das concessionárias do transporte urbano de Campinas – VB Transportes e Turismo (VB1 e VB3), Itajaí Transportes Coletivos, Onicamp Transporte Coletivo, Expresso Campibus e Coletivos Pádova, e da Região Metropolitana de Campinas (RMC) – VB Transportes e Turismo, Rápido Sumaré, Rápido Luxo Campinas, West Side, Transportes Capellini, Lirabus e Viação Ouro Verde.

Na última edição, em 2023, a campanha arrecadou mais de 26 mil peças, distribuídas para 41 entidades assistenciais da cidade.

Os donativos podem ser entregues no ônibus estacionado diariamente no Largo do Rosário, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h, e aos sábados, das 8h ao meio-dia, até o dia 15 de julho.

Outros pontos de entrega das doações são os terminais de ônibus Central, Ouro Verde, Campo Grande, Barão Geraldo, Vila União, Vida Nova, Padre Anchieta, Satélite Íris, Campos Elíseos e os terminais metropolitanos de Campinas, Hortolândia e Americana, além da sede da Transurc.

A campanha deste ano ainda conta com a parceria das duas unidades de Sousas da Padaria Ricco Pane, onde também foram colocadas caixas de arrecadação.

Os funcionários do setor de transporte podem fazer as suas doações diretamente nos pontos colocados nas garagens das concessionárias participantes.

Entregas:

1)        Associação Evangélica Assistencial (AEA) – 616 peças

2)        Instituição Assistencial Dias da Cruz – 625 peças

3)        Centro Social Romília Maria – 609 peças

4)        Cidade dos Meninos – 633 peças

5)        Cepromm – 620 peças

6)        Casa de Jesus – 619 peças

Total: 3.722 peças.

 

Do total de cartões entregues até o final de abril, 7,1 mil são destinados a universitários e os 16,5 mil restantes, a alunos dos ensinos fundamental, médio e cursos técnicos

Mais de 23 mil estudantes de Campinas já desfrutam o benefício de desconto nas tarifas de ônibus, com a utilização do Bilhete Único Escolar e do Bilhete Único Universitário. Do total de cartões liberados para recarga até o final de abril, 7,1 mil são destinados a estudantes universitários e os 16,5 mil restantes, a alunos dos ensinos fundamental e médio e cursos técnicos profissionalizantes.

Para este ano letivo são esperadas 25 mil solicitações do Passe Escolar e 11 mil do Universitário. Até o momento, quase 27 mil estudantes acessaram o cadastro, sendo que cerca de 2,9 mil ainda estão com alguma pendência para aprovação ou falta o pagamento da tarifa.

Os estudantes interessados em usar o benefício este ano devem entrar no site da Transurc – www.transurc.com.br, acessar os ícones: Cadastro Escolar ou Cadastro Universitário, e seguir as instruções para fazer a solicitação on-line. Será necessário preencher todos os dados solicitados, além do número do CPF, de uma fotografia e de um comprovante de residência válido. Tudo em formato digital.

Para orientar estudantes durante o processo de solicitação do cartão eletrônico, a Transurc disponibiliza um guia passo a passo no site.  O material traz, em uma linguagem didática, as principais informações para a solicitação do benefício, de forma a antecipar eventuais dúvidas dos estudantes. Desta forma, com todas as informações necessárias em mãos, o cadastro fica muito mais ágil.

Segundo Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc, entre os itens que mais geram inconformidade no cadastramento estão os comprovantes de endereço inválidos e as fotos fora do padrão. “Para evitar esses problemas, disponibilizamos o tutorial no site, com todas as informações e orientações para os estudantes”, explica.

Os comprovantes de endereço precisam ter no máximo seis meses, devem estar legíveis e haver comprovação de parentesco com o nome impresso no documento. Já as fotos, precisam ser frontais, com a boca fechada e sem cabelo encobrindo o rosto.

A confecção do cartão eletrônico está vinculada ao preenchimento correto de todas as informações solicitadas no cadastramento, o qual deve ser aprovado pela Transurc e pela instituição de ensino.

Depois disso, todos os estudantes que tiveram o cadastro deferido devem pagar a taxa no valor de duas tarifas vigentes – R$ 11,80, cujo boleto para pagamento deve ser impresso por meio do site para a liberação da recarga ou do cartão (para os novos).

Para estudantes que se cadastram pela primeira vez, a retirada do cartão deve ser feita pessoalmente na Transurc, que fica na Rua 11 de Agosto, 757, no Centro.

Já estudantes que se recadastraram devem continuar a usar o mesmo cartão, que será desbloqueado para inserção de créditos após o pagamento da taxa de serviço.

O acompanhamento das solicitações deve ser feito pelo site ou pelo app Transurc Serviços. Em caso de dúvidas sobre este benefício, os usuários podem ligar no Disque-Transurc, pelo telefone 0800 014 0204 ou pelo número 3731-2600.

Uma dica importante é que o estudante deve verificar sua caixa de e-mails com regularidade ou acessar o app Transurc Serviços para verificar como está o andamento do seu cadastro, pois, quando há alguma inconsistência nos dados informados ou nos documentos apresentados, o estudante recebe um comunicado orientando-o a rever o processo.

O cadastramento para a concessão de desconto na tarifa pode ser feito a qualquer tempo. Quem ainda não se cadastrou deve fazer a solicitação no site da Transurc.

Quem tem direito

O Bilhete Único Escolar (cartão azul) pode ser utilizado pelos estudantes dos ensinos Fundamental, Médio e cursos técnicos da rede oficial e particular, e propicia um desconto de 60% na tarifa de ônibus. É oferecido para os alunos que residem na cidade, a mais de 1.000 metros do estabelecimento de ensino.

Os estudantes universitários que frequentam aulas em regime presencial também precisam se cadastrar pelo site para ter direito ao Bilhete Único Universitário (cartão cinza), que concede um desconto de 50% na tarifa. O interessado deve morar em Campinas, estar regularmente matriculado em instituição de Ensino Superior do município e residir a mais de 1 quilômetro da universidade.

Ônibus urbanos operam com adesivo de laço amarelo no para-brisa, em alusão ao Movimento

A Associação das Empresas do Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp) são apoiadores do Movimento Maio Amarelo, iniciativa internacional de combate à violência no trânsito, e cujo tema deste ano é “Paz no trânsito começa por você”.

Em apoio à campanha, as concessionárias que atendem o transporte urbano de Campinas colocaram adesivos com laços amarelos alusivos ao movimento mundial nos para-brisas de todos os ônibus que atendem o transporte coletivo urbano da cidade. A imagem também será colocada no site da Transurc durante todo o mês de maio.

O movimento ainda está sendo amplamente divulgado nas concessionárias, com decoração temática e também por meio de banners, vídeos, palestras e/ou outras atividades voltadas para a segurança no trânsito. Também serão ofertados cafés da manhã especiais para as equipes.

Na VB1, haverá orientação específica para os motoristas sobre a prevenção de acidentes, com ações na noite de 2 de maio e na madrugada do dia 3, além do café da manhã especial. Dez colaboradores da operadora serão escolhidos como destaque no trabalho, e vão ganhar uma camiseta com o tema Maio Amarelo para usar durante o mês.

A VB3 também terá várias ações no Maio Amarelo, baseadas no tema da campanha mundial – “Paz no trânsito começa por você”: No dia 2, a partir das 4h da madrugada e após as 21h, haverá recepção dos motoristas que trabalham na parte da manhã, com distribuição de cartilhas contendo orientações relativas ao maio amarelo. Além disso, serão entregues brindes e adesivos para crachá com o referido tema; no dia 6, será divulgado um vídeo sobre o maio amarelo nos grupos de whatsapp; dia 13, haverá blitzes educativas nos principais terminais da cidade; dia 20 e 27, campanhas educativas em pontos finais.

Maio Amarelo

A proposta do Maio Amarelo é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo e trabalhar na prevenção desses acidentes. O movimento visa preservar a vida no trânsito, através de ações coordenadas entre poder público e sociedade civil.

O mês de maio foi escolhido devido à resolução da Organização das Nações Unidas (ONU), que em 2011, decretou a Década de Ação para a Segurança no Trânsito, justamente em um dia 11 de maio. Já o amarelo foi escolhido por ser conhecido mundialmente por simbolizar atenção na sinalização de trânsito.

Foram contempladas a Associação Evangélica Assistencial e a Instituição Assistencial Dias da Cruz; postos de coleta estão instalados nos terminais de ônibus e também no ônibus da campanha estacionado no Largo do Rosário

A Associação Evangélica Assistencial (AEA) e a Instituição Assistencial Dias da Cruz foram as primeiras entidades beneficentes contempladas com doações da Campanha do Agasalho 2024, promovida pela Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) e pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp). Foram entregues 616 peças para a AEA e 625 peças para a Dias da Cruz, somando um total de 1.241 peças doadas.

A 18ª edição da Campanha do Agasalho Transurc/SetCamp teve início no dia 15 de abril e segue até o dia 15 de julho. O slogan deste ano é “Juntos, podemos aquecer o inverno!”.

Todas as doações recebidas nos pontos de arrecadação da Campanha do Agasalho são encaminhadas para a sede da Transurc, onde passam por uma triagem, para depois serem encaminhadas às entidades escolhidas.

Tradicional na cidade, a campanha conta com a participação das concessionárias do transporte urbano de Campinas – VB Transportes e Turismo (VB1 e VB3), Itajaí Transportes Coletivos, Onicamp Transporte Coletivo, Expresso Campibus e Coletivos Pádova, e da Região Metropolitana de Campinas (RMC) – VB Transportes e Turismo, Rápido Sumaré, Rápido Luxo Campinas, West Side, Transportes Capellini, Lirabus e Viação Ouro Verde.

Na última edição, em 2023, a campanha arrecadou mais de 26 mil peças, distribuídas para 41 entidades assistenciais da cidade.

Os donativos podem ser entregues no ônibus estacionado diariamente no Largo do Rosário, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h, e aos sábados, das 8h ao meio-dia, até o dia 15 de julho.

Outros pontos de entrega das doações são os terminais de ônibus Central, Ouro Verde, Campo Grande, Barão Geraldo, Vila União, Vida Nova, Padre Anchieta, Satélite Íris, Campos Elíseos e os terminais metropolitanos de Campinas, Hortolândia e Americana, além da sede da Transurc.

A campanha deste ano ainda conta com a parceria das duas unidades de Sousas da Padaria Ricco Pane, onde também foram colocadas caixas de arrecadação.

Os funcionários do setor de transporte podem fazer as suas doações diretamente nos pontos colocados nas garagens das concessionárias participantes.

As primeiras entidades escolhidas para receber as doações, são de Campinas e atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social.

A Associação Evangélica Assistencial é uma entidade social, sem fins lucrativos que atua há mais de três décadas na cidade. Seu principal objetivo é o de mobilizar a sociedade para questões relacionadas aos direitos da infância e da adolescência, nas áreas educacional e assistencial. A AEA atende diariamente crianças e adolescentes em três unidades.

A Instituição Assistencial Dias da Cruz é uma associação civil, sem fins lucrativos e de inspiração espírita, que presta serviços sociais para a comunidade do Jardim Eulina, em Campinas (SP), com projetos que promovem saúde, educação, cultura, bem-estar, formação profissional e inclusão social.

       Entregas:

  • Associação Evangélica Assistencial (AEA) – 616 peças
  • Instituição Assistencial Dias da Cruz – 625 peças

Total: 1.241 peças