Média de compras diárias de créditos para o Bilhete Único, feitas pelo app, chega a 1.300 em agosto; inclusão de novos cadastros ultrapassa 250 ao dia


O aplicativo Transurc Smart, criado para a compra e recarga on-line de créditos para o Bilhete Único Comum e QR Code, para o pagamento das passagens no transporte coletivo de Campinas, ultrapassou a marca de 135 mil usuários cadastrados, em agosto. O app tem recebido mais de 250 novos cadastros ao dia e, só no mês de agosto, registrou uma média diária de 1.300 compras de créditos para o BU; número bem acima da média de 700 compras diárias, registrada nos primeiros meses deste ano.
Lançado em 2018 para a compra de QR Code, o app Transurc Smart passou a também vender créditos para o Bilhete Único, a partir de setembro do ano passado. A novidade facilita a vida do usuário, que pode fazer a compra diretamente do seu smartphone, sem precisar se deslocar até um ponto de recarga. O pagamento é feito com cartão de crédito e o saldo é atualizado em cerca de meia hora, quando o usuário passa o cartão pelo validador.
A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc), entidade responsável pelo sistema de bilhetagem do transporte urbano, aprimorou o serviço para poder atender melhor os usuários e evitar que eles precisem se deslocar até os postos de venda e enfrentar filas desnecessárias.
Para usar o serviço, basta baixar o aplicativo Transurc Smart no smartphone e efetuar a compra. O aplicativo está disponível nas plataformas Android ou iOS.
Desde o início de 2019, o pagamento das passagens nos ônibus de Campinas só pode ser feito com o QR Code ou com algum dos cartões da família Bilhete Único – Vale-Transporte, Comum, Escolar, Universitário, Idoso, Gratuito ou Especial.

Vantagens do BU
Mais de 90% dos usuários de ônibus de Campinas utilizam o Bilhete Único por conta das vantagens que ele oferece. Com o cartão comum, a passagem custa R$ 4,55, ao passo que no pagamento pelo QR Code, o valor é de R$ 4,95. Além disso, o BU proporciona a integração, ou seja, o uso de um segundo ônibus por um período de duas horas, pagando uma tarifa. Apenas a partir da segunda integração nesse período (embarque no terceiro ônibus) é cobrada uma taxa de R$ 0,40. O benefício é válido para todos os dias da semana.
Outra vantagem é a segurança de motoristas e passageiros, ao reduzir o volume de dinheiro em circulação nos ônibus. O Bilhete Único Comum é gratuito e pode ser feito por qualquer pessoa, mesmo não residente em Campinas, com a apresentação de CPF e RG.

Graças às soluções tecnológicas, usuários do transporte podem acessar maioria dos serviços por celular ou site da associação

A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) completa 34 anos nesta quarta-feira e reforça sua posição de referência no transporte público. Os investimentos realizados permitem hoje, que os usuários tenham acesso à maioria dos serviços com o uso dos seus celulares ou por meio do site.

“É possível comprar créditos para o Bilhete Único, acessar o saldo existente, fazer o cadastro para obter o Passe Idoso, Escolar, Universitário, consultar rotas e horários, por exemplo, sem a necessidade de ir a um local físico”, afirma Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc. Essas soluções representam mais comodidade e dão mais agilidade aos Clientes.

Atualmente, Campinas é uma das poucas cidades do país a utilizar apenas QR Code e Bilhete Único no pagamento de passagens dentro dos ônibus, iniciativas que contribuíram para zerar os assaltos aos coletivos na cidade e para tornar ágil o embarque dos passageiros.

O acesso aos serviços é possível por meio dos aplicativos Transurc Smart e Transurc Serviços, lançado no final do ano passado. “Os apps estão disponíveis de forma gratuita nas plataformas Android e iOS. Mas, se o usuário preferir, pode acessar boa parte dos serviços no site www.transurc.com.br“, diz Barddal.

O Transurc Serviços ainda faz o apontamento para o Transurc Smart, que possibilita a compra do QR Code ou de créditos do Bilhete Único; e também para o Cittamobi, aplicativo que indica os horários dos ônibus em tempo real. Ao usar o Cittamobi, o usuário pode acompanhar o trajeto do ônibus que utiliza e ir ao ponto poucos instantes de o veículo passar.

No ano passado, a Transurc também instalou os primeiros totens de autoatendimento nos terminais Central e Metropolitano, onde o usuário consegue comprar QR Code e fazer recargas do Bilhete Único, por meio de cartão de crédito ou débito. Esta novidade ajudou a reduzir as filas nas bilheterias dos dois terminais.

Soluções inovadoras

Em sua trajetória, a Transurc sempre se destacou por trazer importantes soluções para o transporte urbano, sendo precursora na implantação do validador de cartões nos ônibus e no recebimento de QR Code em papel para o pagamento de passagens.

Também foi uma das primeiras a utilizar a identificação facial para evitar fraudes no uso do Bilhete Único e a utilizar um aplicativo de celular para o pagamento de passagens via QR Code.

Responsável pela emissão e cadastro do Bilhete Único, e pela gestão do sistema de bilhetagem eletrônica da cidade, a associação controla as diversas gratuidades existentes no transporte e a integração, pela qual o usuário paga apenas uma tarifa e faz até três viagens no período de duas horas, sendo que a primeira integração é gratuita e a segunda sai ao custo de R$ 0,40, para os usuários do cartão Comum e Vale-Transporte.

Número de solicitações, até 15 de agosto, dobrou em relação ao mês anterior; mais de 10 mil estudantes estão liberados para uso do benefício

A retomada do ensino presencial nas escolas públicas e particulares provocou um aumento de mais de 100% na procura por passe escolar, na primeira quinzena de agosto em comparação a todo o mês de julho, segundo a Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc).

No mês de julho, o cadastramento para o passe escolar, no site da Transurc, chegou a 1,8 mil estudantes; número que subiu para 3,9 mil apenas na primeira quinzena de agosto. Segundo a associação, até o dia 15, cerca de 8 mil estudantes de escolas da cidade estavam aptos a utilizar o passe escolar e 2,1 mil já podiam recarregar o passe universitário.

A incerteza sobre a volta das aulas presenciais, causada pela pandemia da Covid-19, reduziu a procura pelo cadastramento no primeiro semestre deste ano. Com isso, muitos estudantes só fizeram seu cadastro este mês, quando o retorno às aulas presenciais foi autorizado pelas autoridades.

A retomada ocorreu com mais intensidade nas escolas públicas e privadas, já que muitas universidades continuam com aulas on-line e optaram por um retorno gradual das aulas presenciais.

Para fazer o cadastro do passe escolar ou universitário, o estudante deve acessar o site da Transurc – www.transurc.com.br e seguir as instruções. Depois disso, ele precisa aguardar a análise da associação e a aprovação das informações pelas instituições de ensino. Após esta fase, é necessário que o aluno pague a taxa de inscrição para que o benefício seja liberado. “Todo o processo é on-line e os estudantes podem acompanhá-lo em suas casas ou pelo aplicativo Transurc Serviços. O aluno consegue saber se o processo está em análise, se ocorreu algum tipo de indeferimento ou mesmo se falta algum documento”, diz Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc.

Em caso de dúvidas, os usuários podem ligar no Disque-Transurc, pelos fones: 0800 0140204 (ligações de telefone fixo) ou 3731-2600.

Quem tem direito

O Bilhete Único Escolar (cartão azul) pode ser utilizado pelos estudantes dos ensinos Fundamental, Médio e cursos técnicos da rede oficial e particular, e propicia um desconto de 60% na tarifa de ônibus. É oferecido para os alunos que residem na cidade, a mais de 1.000 metros do estabelecimento de ensino.

Os estudantes universitários que frequentam aulas em regime presencial integral também precisam se cadastrar pelo site para ter direito ao Bilhete Único Universitário (cartão cinza), que concede um desconto de 50% na tarifa. O interessado deve morar em Campinas, estar regularmente matriculado em instituição de Ensino Superior do município e residir a mais de 1 quilômetro da universidade. Mesmo os estudantes que usufruíram o benefício em 2020 devem se recadastrar pelo site.

 

Medida facilita o atendimento para quem mora na região do Ouro Verde

Os usuários do Bilhete Único podem, a partir de hoje, solicitar a emissão de 2ª via do cartão Comum, Vale-Transporte, Universitário ou Escolar, no posto de atendimento da Transurc que funciona no Terminal Ouro Verde.

A medida visa facilitar o atendimento aos usuários que moram na região do Ouro Verde, que não vão mais precisar se deslocar até a sede da Transurc ou até o Terminal Central, para retirar a 2ª via.

Quando perde o Bilhete Único, o usuário precisa fazer o cancelamento para evitar seu uso indevido e para que seja solicitada uma nova via, que deve ser retirada em um prazo de dois dias úteis, em um dos pontos de atendimento, que pode ser a sede da Transurc, o Terminal Central e, a partir de agora, também no Terminal Ouro Verde.

O cancelamento do cartão pode ser feito pelo Disque-Transurc, que atende pelo número: 0800 014 02 04, quando a ligação é feita por telefone fixo, ou pelo 3731-2600. O usuário também pode solicitar o cancelamento do Bilhete Único pelo site da Transurc – www.transurc.com.br, na seção Serviços, em Cancelar Meu Bilhete Único; ou ainda pelo Aplicativo Transurc Serviços. Vale lembrar que, se houver saldo no cartão cancelado, o mesmo será transferido para o novo.

Para a 2ª via, é cobrada uma taxa de emissão no valor equivalente a 2 (duas) tarifas vigentes. Para a 3ª via, serão 4 (quatro) tarifas e, da 4ª via em diante, 8 (oito) tarifas, de acordo com a determinação da Secretaria Municipal de Transportes (Setransp).

Se o usuário não puder comparecer, a pessoa que vier representá-lo deverá trazer todos os seus documentos.

O atendimento no posto de atendimento do Terminal Ouro Verde é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Aos sábados, o expediente é das 8h às 12h.

SetCamp e concessionárias de Campinas participam de ação solidária da Prefeitura

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp) e as concessionárias do transporte coletivo urbano de Campinas apoiam a campanha de acolhimento dos moradores de rua, realizada pela Prefeitura a partir desta semana, que registra as temperaturas mais baixas do ano. Um ônibus, batizado como “Ônibus da Solidariedade” foi emprestado para auxiliar a campanha.

O SetCamp  procurou a Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas para auxiliar a iniciativa com o empréstimo de um veículo para transportar os moradores de rua para os abrigos municipais, onde eles poderão se proteger do frio, longe das ruas. As concessionárias disponibilizaram para a campanha, um ônibus, com capacidade para transportar 36 pessoas, que fará o serviço a partir da noite de hoje.

“Essa doação do serviço de transporte é importante para que os moradores de rua de nossa cidade possam ser acolhidos e protegidos nesses dias de baixas temperaturas. Por isso, atendemos prontamente à Prefeitura”, afirma Paulo Barddal, diretor de Comunicação do SetCamp.

Desde o início desta semana, a secretaria iniciou uma série de ações para acolher os moradores em situação de rua, como: ampliação da abordagem de rua, mais ofertas de vagas para abrigar os moradores de rua na Casa da Cidadania, entrega de cobertores na Casa da Cidadania e no Refeitório da Cidadania, ampliação do atendimento do bagageiro das 8h às 19h (o horário anterior era das 8h às 17h) e nos finais de semana, entre outras.

As medidas foram motivadas pela chegada de uma frente fria intensa no município e vão durar até a normalização das condições climáticas.

O dia 25 de julho é a data em que se comemora o Dia do Motorista. Por isso, concessionárias de ônibus de Campinas vão organizar cafés da manhã especiais e colocar faixas para seus colaboradores, que também serão homenageados em um vídeo veiculado nas redes sociais da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc).

O vídeo foi produzido pela Transurc e pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp), com base em histórias vividas pelos motoristas nas ruas de Campinas. “São profissionais que trabalham em um serviço essencial para a cidade. São depoimentos de pessoas que, em algum momento, fizeram a diferença e, por isso, transformaram-se em uma espécie de heróis urbanos”, afirma Paulo Barddal, diretor de Comunicação e Marketing da Transurc.

As histórias e os personagens são reais. Esses motoristas tiveram atitudes diferenciadas que, inclusive, acabaram resultando até no salvamento de vidas. “Alguns desviaram de suas rotas para socorrer passageiros que passaram mal. Um dos casos foi protagonizado por um profissional que, ao acolher com gentilezas um usuário idoso, criou uma amizade para toda a vida”, diz Barddal. E hoje, mais de 10 anos depois, é este motorista quem cuida do amigo idoso de 92 anos, como se fosse um filho.

Histórias que demonstram como esses profissionais são solidários e conscientes das suas responsabilidades, sejam como profissionais ou como cidadãos. As atitudes deles vão muito além de transportar vidas e possibilitar que a população se locomova para as mais diversas atividades.

O Dia do Motorista é comemorado em 25 de julho, Dia de São Cristóvão, santo católico considerado o padroeiro dos motoristas no Brasil. A data homenageia todos os profissionais que transportam mercadorias ou pessoas pelos mais diversos pontos do país.

 

Confira o vídeo no link:

https://www.facebook.com/watch/?v=237240684897783

 

A apenas duas semanas do término da Campanha de Vacinação contra a Gripe, realizada pela Prefeitura de Campinas, menos da metade do público-alvo se vacinou até o momento. Os profissionais do transporte fazem parte do público-alvo escolhido para tomar a vacina. https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2021/06/28/a-duas-semanas-do-fim-da-campanha-campinas-alcanca-so-48percent-do-publico-alvo-da-vacinacao-contra-gripe.ghtml?fbclid=IwAR1EMklrWa7R2h7ZKXMiiWvDXIE0DvpjhkG7jMKbiDA2LWb47WayeV9sU4Q

 

 

20 Busdoors foram instalados em ônibus urbanos, com a frase – “Gratidão aos profissionais da saúde na incansável luta contra a Covid!”

A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp) resolveram apoiar os profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate à Covid- 19, com uma homenagem colocada nos vidros traseiros de ônibus urbanos da cidade.

Foram instalados busdoors em 20 veículos das concessionárias VB Transportes e Turismo (VB1 e VB3), Itajaí Transportes Coletivos, Onicamp Transporte Coletivo, Expresso Campibus e Coletivos Pádova, com a seguinte frase: “Gratidão aos profissionais da saúde na incansável luta contra a Covid!”. A homenagem também foi divulgada nas redes sociais da Transurc.

A intenção, segundo o diretor de Comunicação e Marketing da associação, Paulo Barddal, foi fazer uma homenagem a esses profissionais que têm sido tão importantes para a população, neste momento de pandemia pelo novo coronavírus.

A Campanha Campinas sem Fome arrecadou 20 toneladas de alimentos e 850 quilos de produtos de higiene e limpeza, durante a arrecadação pelo sistema drive-thru, realizada no Paço Municipal, no fim de semana. Nova arrecadação acontece no próximo sábado, 17, no mesmo local.

A Transurc e as concessionárias de ônibus da cidade apoiam esta causa e já doaram 25 toneladas de macarrão, além de deixarem um ônibus à disposição dos voluntários, para servir como apoio nas ações realizadas no sistema drive-thru deste fim de semana e no próximo sábado.

No fim de semana, passaram pelos pontos de coleta, no Paço Municipal, 550 veículos. A campanha contabilizou até o momento a arrecadação de 270 toneladas de alimentos não perecíveis doados pelos campineiros.

Após a mobilização deste final de semana, a campanha continuará com arrecadação em 27 pontos de coleta distribuídos pelas diferentes regiões da cidade. Os cidadãos podem deixar sua contribuição no saguão do Paço Municipal, na Câmara de Vereadores, Lagoa do Taquaral, Bosque dos Jequitibás, subprefeituras, Administrações Regionais (ARs), sede da Sanasa e na Ceasa. Os endereços podem ser consultados na página da campanha: https://smpdccampinas.wixsite.com/campinassemfome.

A Campanha Campinas sem Fome foi lançada no início deste mês com o objetivo de arrecadar alimentos não perecíveis e itens de higiene para serem doados à população carente da cidade. Os produtos doados são encaminhados para o Banco de Alimentos do município, que distribui para as entidades cadastradas no serviço.

O cadastramento de famílias que necessitam de doações deve ser feito por meio do aplicativo Viva Vida.

As pessoas que querem doar, mas não têm como entregar os produtos, podem ligar no telefone (19) 3735-5400; mandar mensagem pelo (19) 98455-3777 (Whatsapp); ou pelo e-mail voluntariado@sanasa.com.br para que seja providenciada a retirada.

Hoje e amanhã (dias 10 e 11/04), das 9h às 17h, acontece o Dia D da Campanha Campinas sem Fome, realizada pela Prefeitura de Campinas. Nova arrecadação será realizada no próximo dia 17.
A Transurc e as concessionárias de ônibus apoiam esta campanha, que já ultrapassa a marca de 200 toneladas em doações. Um ônibus ficará à disposição dos voluntários para servir como ponto de apoio durante os dias de drive-thru, montado na rua Barreto Leme, na lateral do Paço Municipal. A Transurc e as concessionárias também doaram na última semana, 25 toneladas de macarrão.
O prefeito Dário Saadi esteve no local para receber e agradecer as doações.
A Campanha Campinas sem Fome foi lançada no início deste mês com o objetivo de arrecadar alimentos não perecíveis e itens de higiene para serem doados à população carente da cidade. Os
produtos doados são encaminhados para o Banco de Alimentos do município, que distribui para as entidades cadastradas no serviço.
A cidade conta ainda com os seguintes postos de arrecadação: Banco de Alimentos, Câmara Municipal de Campinas, Mercado de Flores (Ceasa), Lagoa do Taquaral, AR’ s
(Administrações Regionais), Bosque dos Jequitibás, subprefeituras, sede da Sanasa, postos descentralizados da Sanasa (Barão Geraldo, Aparecidinha, Sousas, Cambuí e Jardim Londres).
O cadastramento de famílias que necessitam de doações deve ser feito por meio do aplicativo Viva Vida.