A partir de 04 de maio, passageiros sem o item de proteção não poderão embarcar

ADAMO BAZANI via Diário do Transporte

Os ônibus municipais de Campinas, no interior paulista, começaram a receber neste fim de semana, adesivos com o aviso sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras para o embarque e permanência nos veículos.

A partir de segunda-feira, 04 de maio de 2020, somente quem estiver com o item de proteção vai poder embarcar conforme decreto assinado pelo prefeito Jonas Donizette em 30 de abril.

A determinação do uso de máscara também vale para motoristas e passageiros de táxis e carros de aplicativo.

A medida é uma recomendação das autoridades de Saúde para tentar controlar o avanço do novo coronavírus.

As empresas VB Transportes, Itajaí, Onicamp, Expresso Campibus e Coletivos Pádova colocaram os avisos em locais como no para-brisa.

As companhias de ônibus informaram, por meio de nota, que os motoristas já usam máscaras de proteção facial durante o expediente há duas semanas.

 

Os ônibus metropolitanos da região também receberam os adesivos.

Como mostrou o Diário do Transporte, também a partir desta segunda-feira, 04 de maio de 2020, os transportes metropolitanos em todo o Estado de São Paulo, o que inclui a região de Campinas, e os ônibus municipais, táxis e aplicativos da capital paulista, também só poderão permitir o acesso de pessoas usando máscara.

Assim, a obrigatoriedade será para:

– Ônibus municipais da capital paulista gerenciados pela SPTrans – São Paulo Transporte

– Ônibus comuns gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos em todas as regiões metropolitanas do Estado: São Paulo; Campinas, Sorocaba, Vale do Paraíba e Litoral Norte; Baixada Santista.

– Ônibus seletivos gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos

– Trólebus e ônibus da Metra no Corredor ABD gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos

– Trens da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos

– Metrô

– Terminais e Estações de sistemas de trilhos e de ônibus

– Ônibus rodoviários gerenciados pela Artesp – Agência Reguladora dos Serviços de Transportes Públicos Delegados do Estado de São Paulo

– Ônibus suburbanos gerenciados pela Artesp – Agência Reguladora dos Serviços de Transportes Públicos Delegados do Estado de São Paulo

FUNCIONÁRIOS DE EMPRESAS FIZERAM MÁSCARAS:

Em torno de 50 funcionários das empresas do Grupo Belarmino, da qual faz parte a VB Transportes e Turismo (VB1 e VB3), das diversas garagens e dentro dos setores de tapeçaria, ajudaram na confecção de 17 mil máscaras de tecido, laváveis, as quais foram distribuídas para os motoristas (3 unidades) e os demais funcionários (2 unidades).

A Itajaí e Onicamp, segundo nota das concessionárias, também organizaram uma equipe para a confecção das máscaras de proteção dentro das garagens que depois foram distribuídas entre os funcionários.

“Desde o início da crise do novo coronavírus, as concessionárias da cidade adotaram diversas ações para proteger os seus colaboradores e Clientes, como a intensificação da higienização dos veículos, distribuição de álcool gel 70% aos funcionários e ampla divulgação das medidas de prevenção a Covid-19.” – diz a nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes