Tecnologia é novidade no Brasil e promete reduzir a emissão de gases poluentes; concessionária de Campinas é primeira a testar novidade em ônibus

 

Desde o início da semana passada, usuários da linha 2.10 (Terminal Campo Grande/ Shopping Dom Pedro), do Consórcio Cidade de Campinas (Concicamp), têm rodado em um ônibus com ar-condicionado 100% elétrico e ecológico. A novidade está sendo testada pela Itajaí Transportes Coletivos, em um ônibus Volvo B-340M articulado, que vai atender as linhas do BRT (Bus Rapid Transit), com capacidade para 50 passageiros sentados e 83 em pé. A operadora campineira é a primeira no Brasil a testar o sistema em um ônibus.
Quem andou no veículo com o ar-condicionado ecológico aprovou o sistema, que não polui o meio-ambiente, é bastante silencioso e refresca mesmo com as janelas abertas. Além disso, segundo o motorista Ademilson da Silva Maximiano, o uso do equipamento é bastante simples, não atrapalha o rendimento do motor e todo o sistema é controlado pelo próprio motorista de forma bastante fácil. Outro ponto positivo, é que a troca dos filtros dos equipamentos é realizada de maneira bastante simples e rápida.
Sem grandes modificações na carroceria, o ônibus adaptado recebeu sete equipamentos de ar-condicionado, distribuídos a cada dois metros e meio, na parte interna do ônibus, no teto.
O eletricista que instalou os equipamentos no ônibus da Itajaí, Abraão de Oliveira, da Ultra Truck Center, explica que o sistema utiliza baterias convencionais, além de placas solares, que transformam a energia solar em eletricidade.

Tecnologia é novidade no Brasil
Quem trouxe esta tecnologia para o Brasil foi a empresa Innovaklim System, uma startup 100% brasileira com sede em Indaial (SC), que promete uma redução no tempo de manutenção com ar-condicionado, entre 50% a 80%. Outro ponto importante apontado pela empresa é a redução da emissão de gases poluentes no ambiente e o funcionamento silencioso dos equipamentos.
O sistema é único no País, e, durante os testes observou-se ainda uma economia de 83,56% de combustível, se comparado com o consumo do equipamento mecânico. A tecnologia é voltada para carros-fortes e ônibus, mas, por conta da pandemia, as primeiras instalações foram feitas em carros-fortes. Há cerca de 50 em operação.
A Itajaí, sempre em busca de soluções tecnológicas que tornem o planeta mais sustentável, foi a primeira empresa de ônibus no País a apoiar esse projeto, e tem obtido a satisfação dos colaboradores e usuários com a novidade.

Funcionamento do ar-condicionado ecológico
O ar-condicionado 100% elétrico funciona da seguinte forma: é ligado à bateria e aproveita a geração de energia proveniente de sistema fotovoltaico de produção de energia e de alternadores do próprio ônibus. A promissora tecnologia utiliza o gás refrigerante 410a que é considerado um dos mais ecológicos do mundo e não degrada a camada de ozônio por não possuir derivados de cloro em sua composição.
Pensando também no conforto dos motoristas e passageiros, o equipamento é o mais silencioso existente, já que não aumenta os decibéis dentro do veículo, além daqueles produzidos pelo motor. O equipamento foi homologado pela Mercedes-Benz do Brasil, segundo a Innovaklim.